Empreendedorismo na Argentina: como financiar seu projeto

Existem competições, créditos, fundações e associações que oferecem suporte e financiamento para empresários na Argentina. Eu descobri quais são as alternativas

A obtenção de apoio financeiro é a principal dificuldade enfrentada pelos empresários. Embora a oferta de cursos e treinamento seja muito ampla, quando se trata de acessar o financiamento, a situação é complicada. Aqui estão algumas alternativas:

Competições para empresários

A maioria das competições prometeu como prêmio o financiamento do projeto vencedor, com valores variando entre US $ 20.000 e US $ 100.000. Muitas instituições bancárias organizam esse tipo de competência. Por exemplo, Santander com o Prêmio de Jovens Empresários ou BBVA com Open Talent.

Financiamento

Da mesma forma, existem outros concursos que, embora não ofereçam dinheiro como prêmio, dão difusão aos projetos e aproximam os empresários dos investidores. Alguns exemplos são o concurso Naves of IAE ou o Prêmio Jovem Empresário Argentino da Confederação Argentina de Empresas Médias (CAME).

  • Empréstimos e créditos para empresários

Embora a participação dos bancos do setor privado seja limitada, as entidades públicas são as mais ativas. Por exemplo, o Provincia Group oferece Leasing para empresários e Banco Ciudad, uma linha de produtos para empresários.

O Ministério da Ciência e Tecnologia oferece dois fundos, Frontar e Fronsoft, ambos voltados para apoiar projetos de tecnologia e software. Por outro lado, o Ministério da Indústria também oferece empréstimos para jovens, através do Programa de Acesso ao Crédito e Competitividade e Capital de Sementes e para as PMEs.

Fundações e associações civis que apoiam o setor empreendedor

Existe uma grande variedade de organizações desse tipo, que são apenas algumas das mais destacadas. O clube dos anjos da associação civil Emprear, por exemplo, é constituído por um grupo de pessoas interessadas em participar ativamente de projetos inovadores que estão dando seus primeiros passos. Seu trabalho é encurtar a distância entre projetos inovadores e investidores, criando um espaço onde eles podem se encontrar e interagir.

Financiamento

A Fundação PROEM também acompanha o surgimento e a geração de empresas, além disso, dedica-se a promover o desenvolvimento trabalhista das pessoas e fortalecer as organizações produtivas já constituídas. Esta organização não funciona apenas com jovens, mas com pessoas de todas as idades. Se você visitar seu site, você encontrará depoimentos dos empresários que receberam sua ajuda.

Outras organizações que fazem um trabalho muito proeminente são a comunidade de empresários da Inicia, o clube de investidores angélites Cyngus e o clube de investidores IG angélico.

  •  Crowfunding como fonte de financiamento para empresários

Este método de financiamento, também conhecido como microgestão, envolve a construção de uma rede de cooperação coletiva. Duas plataformas de crowfunding que se tornaram populares nos últimos anos são Afluenta e Ideame. Os empresários apresentam seus projetos, indicam qual é o valor que devem alcançar e estabelecem um período para colecionar o dinheiro. Os usuários são os que decidirão se eles vão colaborar ou não. No caso afirmativo, os co-financiadores receberão recompensas de diferentes tipos, desde o emprego até descontos ou presentes, embora não em todos os casos, eles receberão algo em troca.

No Brasil também existem programas que beneficiam seus estudantes disponibilizando o financiamento em instituições de ensino superior públicas ou privadas e os mais comuns são o Sisu, Prouni e Fies. Mas para isso os interessados devem ficar atentos ao local de prova enem como saber.